quinta-feira, 29 de abril de 2010

Papo Sério: Castração Química, sim ou não ?

"Tramita no Senado Brasileiro, na Comissão de Constituição e Justiça projeto de lei que determina a castração química para estrupadores e pedófilos. No exato momento foi suspensa a votação, mas o projeto está lá pra ser votado dia a mais, dia a menos, devido à grande pressão da sociedade.
Crimes como o de Luziânia em Goiás, em que um detento, solto por determinação judicial, em poucos dias após sua saída da prisão iniciou a matança e o abuso sexual em série de vários adolescentes reacendeu a questão. Parte da sociedade é contra a castração e outra parte a favor.Temos que entender primeiro, o que é castração química. De início parece um horror, uma tragédia, a amputação ou esmagamento do pênis do sujeito. Não é isso, a química é feita através de aplicação de injeções de um medicamento, o “Depo-Provera”, um hormônio, o testoterona, que inibe o desejo sexual. Os efeitos colaterais seriam o aumento de peso, em alguns leve depressão, fadiga crônica, alterações na coagulação do sangue. Sintomas que compensam os benefícios, uma vez em que há redução do apetite sexual compulsivo por crianças.
Pesquisadores defendem a castração alegando que não há “ex-pedófilo”, que nenhum tratamento ou punição se mostrou eficiente até hoje. As pessoas ficam presas alimentando fantasias sexuais sórdidas, que são traduzidas em realidade tão logo voltem a ter contato com crianças. Concluem ainda que, a prisão aumenta as tendências agressivas, tornando-os mais furtivos, enquanto que a castração química ataca a raiz do problema, o desvio sexual.Nos Estados Unidos, diversos estados já usam esse método de tratamento ou punição. Com o detento tendo que voltar a cada 3 meses para uma nova aplicação do hormônio. O tratamento é compulsório, ou seja, o sujeito não tem escolha, tem que se submeter, e pronto. No Brasil está em estudo que a castração química seja opcional, que o detento opte entre ir para a cadeia cumprir pena, ou se submeta às injeções periódicas.
Acredito que a população queira deixar de lado a corrente que defende direitos humanos desses “doentes sexuais”, que segundo a Medicina não têm cura, em busca de uma proteção maior, uma vez que se sente desamparada e marginalizada. Os papéis estão trocados, defende-se direito de bandidos e se castra psicologicamente toda a sociedade, mantendo–a assustada, acuada, e indefesa. À mercê desses doentes mentais.
No Portal da Gazeta on-line, no dia 14 de abril, foi feita pesquisa para obter a opinião da sociedade. E o resultado foi de 85% a favor da utilização do tratamento.
E você, qual sua opinião?
Por Ilsen Ellen para o blog Pimentas no Reino.

5 comentários:

SOCORRO OLIVEIRA disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Beck disse...

Claro que sim socorro ... só estava esperando um tempinho para sentar com calma e poder escrever minha opinião aqui tb ...

Bem, eu concordo com você em alguns pontos, sabe? Também acredito que violência só gera mais violência, e que já não estamos mais no tempo do "olho por olho e dente por dente".

Talvez seja essa a impressão inicial que temos quando levantamos este assunto, né ?

Mas acho que a pedofilia e os disturbios sexuais são realmente assuntos muito mais sérios do que pensamos. E devem ser tratados não apenas como um mero desvio de moral e conduta.

Na minha opinião não é puramente um crime ... é doença, entende? Conheço pessoas que possuem uma tendência enorme há este tipo de conduta. Lógico que não vivenciam isso, mas a sua predileção por pessoas cada vez mais jovens é muito evidente.

Acredito na força do tratamento psicológico, assim como tb acredito no exemplo e na atitude.

Mas o que constatamos até agora ( vide o exemplo de Luziânia, sitado no Blog ) é que não se trata pura e simplesmente de uma questão de reclusão do indivíduo ... quando novamente livre, na maioria dos casos, a pessoa volta a cometer os mesmos atos ... assim como os dependentes químicos ou viciados em álcool e drogas.

Eu sou a favor da castração química sim e concordo que pessoas que apresentem os sintomas ou que por ventura venham a comoter esse tipo de crime, sofram este tipo de "punição", já que esse, até agora, foi o único método comprovadamente eficaz.

Porém amiga, eu também temo pela falha da justiça que pode vir a punir pessoas inocentes e saudáveis, assim como tem ocorrido ao longo dos tempos.

Tão triste como ver essas pessoas cometendo essas barbaridades e saber que pessoas inocentes pagam muitas vezes por crimes e delitos que não cometeram, né?

Mas ai eu tb apimento a história com outros conceitos ( agora meus ) e que muito mexem com minha cabeça. Tb sou espirita e acredito na lei do carma ... será que tudo não está relacionado como uma enorme cadeia de carmas ... debitos e créditos de um balanço sem fim ... pra se pensar né ???

Novamente acho que você está certa ao afirmar que o papel da família tem suma importância nessa história. Os problemas sociais são como um câncer onde a família é o núcleo da célula deste organismo infectado e que precisa urgentemente de socorro.

Veja bem: de socorro, não dá SOCORRO ...kkkk !!!! Não me xinga por jogar o problema no teu colo agora, não tá ? ...kkk!!!!
Brincadeirinha, tá !!!? Só para descontrair ... é que não sei ser um cara sério todo o tempo !!!

Bem, vamos seguindo ... obrigado mais uma vez por particidar da grande “Ópera” que são meus pensamentos e questionamentos e por se abrir contando o caso da sua família e sua opinião.

Por uma questão de bom senso ...se achar conveniente eu excluo o teu primeiro comentário , ok ? Sem problema algum ... um grande beijo pra você !!!

SOCORRO OLIVEIRA disse...

Querido amigo,
Somos espíritos milenares com um passado a expiar, um presente a viver e um futuro à construir...a propósito que bom que somos partidários da mesma filosofia de vida, como nada acontece por acaso logo aqui estamos nós ( Eu e Vc), que nos encontramos por uma “ coincidência” fazendo uma pesquisa sobre George Carlin encontrei seu blog. Que bom hoje estou tão viciada que eu não consigo dormir se não der uma olhada no seu blog.
Vc já ouvi falar da teoria das super cordas que Kardec a um tempão já mencionava não com esse nome, mas cita na GENESIS, que tudo está interligado um exemplo bem recente foi retratado em AVATAR (filme), somos responsáveis uns pelos outros, claro que temos débitos à resgatar mas nem tudo é resgate, muitos acidentes que ocorrem com crianças é também pela displicência dos pais do que resgate.
Não me entenda mal, não sou desumana muito pelo contrario sou sensível até de mais, mas temos que ser racionais... Deus permite que haja o mal para que o homem aprenda através desses exemplos (é necessário que haja escândalos, mas ia daquele pelo qual venha o escândalo)
Beck sou trabalhadora no grupo espírita em que freqüento e tem sido fantástica sua participação... (mesmo sem você saber)!!!rRsrsrs
Tem sido super legal participar do seu blog, está tão legal que eu praticamente nem entro mais no meu.
Outra coisa curiosa sobre a Socorro, já cheguei ao mundo Socorrendo, minha mãe logo após o meu parto teve uma complicação seria, quase desencarna... Na sala em que ela estava tinha uma imagem de Nossa Senhora do Perpetuo Socorro... Logo estou eu aqui, ainda bem que ele não teve a grande idéia de colocar o perpetuo no meu nome... Já pensou Perpetua Socorro...AAFFFF !!!!

Beck disse...

Deixa eu parafrasear você agora:

"Somos mentes inquietas, com Blogs a expiar, uma forte amizade a viver e uma admiração mútua a construir" ...rs!

Muito bom ter você por aqui !!!

Bjks.

SOCORRO OLIVEIRA disse...

NADA MAIS ME RESTOU A COMENTAR... ISSO É UM FEITO E DEVE FICAR REGISTRADO... QUE NESTA MANHÃ DE 30DE ABRIL DE 2010 O SR. RAFAEL BECK DEIXOU A SRA. MARIA S/ PERPETUO SOCORRO (ATÉ PORQUE EU NÃO IA AGUENTAR)...SEM PALAVRAS! KKKKKKKKKK