terça-feira, 13 de julho de 2010

Os galos, assim como outras espécies, possuem um controle sobre o seu território, que normalmente inclui uma população (as galinhas) e o espaço físico (o galinheiro). Não sei se vocês sabem ou já ouviram falar que em um galinheiro normalmente, só existe um único galo, pois, a competição por domínio do território é tanta que dois ou mais galináceos machos já seria motivo para uma disputa até a morte em busca da liderança, até se restasse apenas um. Os galos impõem sua autoridade por meio de várias características, como inchação, maior coloração da crista e, é claro, o canto, que serve como alerta para assustar qualquer desafiante. Eles possuem hábitos diurnos, ou seja, estão acordados de dia e dormem durante a noite. Os galos despertam assim que os primeiros raios solares surgem, eles não são como nós que conseguimos dormir até mais tarde, mesmo se tiver com o sol brilhante. Assim que acorda, o galo precisa avisar para os concorrentes que o galinheiro que continua vivo e que ele está no comando e para isto, está com ótima disposição já que dormiu a noite toda. O canto dos galos tem função de assustar eventuais desafiantes e foi a maneira que ele encontrou para controlar seu território e manter tudo em ordem.

4 comentários:

SOCORRO OLIVEIRA disse...

...e acordar as pessoas que moram próximos à galinheiro... Minha vizinha de fundo tem um galinheiro, pois aqui no Ceará é comum pessoas criarem galinhas no quintal de suas casas , o problema é que toda vez que vou ao banheiro e ligo a luz , o burro do galo dela fica cantando sem parar ai eu não consigo dormir mais !!! ai que raiva !!!

SOCORRO OLIVEIRA disse...

nesse caso quem canta de galo é ele e não eu na minha casa!! kkkkkkkkk

Beck disse...

kkkkkk ... boa amiga !!!!

"Mas que burro, dá zero pra ele!!!" , lembrei do programa do Chaves agora ...kkkk !!!!

SOCORRO OLIVEIRA disse...

rsrsrsr ...já dei zero! na verdade dou toda noite, zero para ele !!! kkkkkkkkkk!!!!!!!