sexta-feira, 28 de outubro de 2011


Pode atualizar os dados aí, galera. Apesar de a taxa de crescimento anual da população ter caído nos últimos 50 anos (era de 2,1% no fim dos anos 60 e hoje é de 1,2%, o que se deve principalmente por causa da queda no número de nascimentos), o número de pessoas no planeta tem crescido em tempo recorde e deve atingir a marca de 7 bilhões em poucas semanas, segundo o Population Reference Bureau (PRB).

O sexto e o sétimo bilhões foram alcançados em apenas 12 anos cada (éramos 5 bilhões em 1987, pulamos para 6 bilhões em 1999 e chegaremos aos 7 em 2011), o que é um recorde. Projeções sugerem que chegaremos aos 8 bilhões daqui a mais 12 ou 14 anos.

Mas pera lá. Se a taxa de crescimento populacional está menor, por que o número de pessoas cresce tão rapidamente? É simples. As pessoas estão de fato tendo menos filhos, o que significa que tem menos gente chegando por aqui. Mas também há menos gente indo embora: com a melhoria na saúde pública e a evolução da medicina moderna, as pessoas estão vivendo mais. Segundo o relatório de 2011 da PRB, a cada minuto nascem 266 pessoas e morrem108.

Se essa transição levou séculos para ocorrer nos países ricos, ela está acontecendo hoje em poucas décadas nos países pobres, que são justamente os que concentram o maior crescimento populacional. Com as condições da saúde melhorando tão rapidamente, as taxas de natalidade nos países em desenvolvimento não tiveram tempo para mudar, como ocorreu na Europa – e isso produziu níveis sem precedentes de crescimento populacional.

Mas a situação poderia ser pior: se o ritmo ainda fosse de 2,1%, hoje teríamos 8,7 bilhões de vizinhos.

Quer saber qual o seu número entre essas quase 7 bilhões de pessoas? Ou descobrir quantos já passaram pelo planeta até o dia em que você nasceu? A BBC lançou uma ferramenta que permite isso.



Nenhum comentário: