segunda-feira, 9 de novembro de 2009

Textos: Não me diga que “está tudo caminhando” por Lucas Couto

Lí este post no Blog da Thica, e confesso que não resisti ... é exatamente o que eu penso a respeito do assunto (vale conferir) :
Você caminha pela rua. De repente, aquele amigo de muito tempo cruza seu caminho. Depois de alguns instantes de dúvida, vocês se reconhecem, e trocam um aperto de mãos. O amigo pergunta: “E aí fulano(a), como vai a vida?”
A resposta para essa pergunta diz muito mais do que você imagina. Se o que você retruca para essa pessoa é um “Ah, tá tudo caminhando”, como no título, sinal de que as coisas precisam mudar.
Qual foi sua última novidade? Aquele fato novo que você contou a amigos, dividiu com a família, ou espalhou no trabalho?
Atenção! Não estou falando de fofoca sobre a vida alheia, notícia que você viu no jornal, ou se a Maria Augusta vai ou não casar com o Otávio Roberto da novela! Minha pergunta aqui é sobre acontecimentos interessantes na sua vida.
Reflita sobre o último lugar interessante que você visitou, o novo amigo que você fez, a novidade que você contou pra todo mundo. Se já faz muito tempo que você não gera conteúdo novo, rever a estratégia pode ser uma boa ideia.
Sim, esse discurso parece corporativo, mas ele também funciona muito bem quando aplicado na nossa postura pessoal. Se uma marca deve buscar ser lembrada com freqüência pelos consumidores, o marketing pessoal manda que você também seja lembrado. E a melhor maneira de colocar isso em prática é criando conteúdo... Sobre você.
Vá em novos lugares, tome contato com novas experiências, perca a timidez para novos contatos.
Porque na próxima vez que eu te encontrar, e perguntar “Como vai a vida?”, quero ouvir como resposta:
“Rapaz, é tanta coisa legal que eu nem sei por onde começar!”.
fonte: http://riosulnet.globo.com/web/conteudo/7_266095.asp

Nenhum comentário: